Ocorreu um erro neste gadget

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Estou fragmentado
Alguém queira me juntar
Estou perdido de mim
Alguém queira me encontrar
E se alguém deparar-se com meu eu
Diga-lhe que estou a me procurar
Me achem, me encontrem
E tragam-me para mim
Estou na praia da loucura a contemplar
O horizonte de meus delírios
A deriva em minhas fantasias
E eu não sou mais eu
Resta-me apenas o vazio
Preso em meio ao nada
No labirinto de meus devaneios
Já não sei brincar
levem embora os carrinhos
Eu voltei a ser uma criança
E não entendo a realidade
Eu não vejo gente morta
Mas enxergo vermes vivos
Eu me perdi de mim
E não sei se consigo me encontrar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário