Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

O que significa auto-estima?


Auto-estima “é o conjunto de crenças e atitudes que você tem em relação a si mesmo e ao pensamento de outros com relação às suas capacidades” (Marcos Antonio Françóia)

Basicamente, auto-estima significa quem você é pra você. Seguindo esta linha de raciocínio chega-se a conclusão de que a auto-estima pode ser demonstrada na seguinte fórmula:

“auto-conceito + amor próprio + auto-valorização + auto-confiança = AUTO-ESTIMA”

O que isto significa? Que se você tem uma opinião positiva acerca de si mesmo, acredita que tem seu valor e mantem sentimentos bons para consigo, tem comportamentos e pensamentos que demonstrem a confiança, segurança e o valor que dá a si, que tem direito e merece ser feliz, você tem uma auto-estima positiva.

Estes são os traços de auto-estima positiva (Garcia Del Cura,2001)

 Segurança e confiança em si mesmo
 Procura pela felicidade
 Reconhecer as qualidades sem maiores vaidades
 Não se considerar superior nem inferior aos outros
 Admitir limitações e aspectos menos favoráveis da personalidade
 Ser aberto e compreensivo
 Ser capaz de superar os fracassos com categoria
 Saber estabelecer relações sociais saudáveis
 Ser critico construtivo
 E principalmente, ser coerente consigo e com os outros


Tendemos a acreditar que o ato de “valorizar-se, amar-se” está ligado ao “egoísmo”. Porém, se colocar em primeiro lugar significa que seus sentimentos, suas necessidades e vontades são importantes e merecem ser respeitados, não significa “fazer somente para si”, mas sim atender o “outro” sem negligenciar sua sensibilidade nem suas necessidades.

Quando a auto-estima está em baixa, as pessoas se sentem inadequadas para enfrentar os desafios da vida, não acreditam nos seus potenciais e capacidade de dar resposta às questões da vida.

Manter a auto-estima equilibrada nos permite enfrentar os obstáculos da vida, por isso alimente sua auto-estima:

 Aprenda a confiar em si e na vida.
 Esforce-se para melhorar, mas não critique a si mesmo por não ser tão bem sucedido, bonito, magro ou tão popular quanto alguém.
 Faça uma lista de tudo o que já conseguiu fazer e tanto se orgulha. Evidencie seus sucessos.
 Quanto tempo tem dedicado a você e às suas coisas?
 Entenda que você não veio a este mundo para corresponder às expectativas dos outros, por mais que você os ame. Se fizer isto, nunca será o "bastante", nunca sentirá que conseguiu. 




As questões a seguir foram compiladas de um teste de auto-estima, não com o objetivo de testar se sua auto-estima está ou não adequada, mas com a intenção de reflexão. Leia e reflita sobre cada uma destas questões e tente identificar para qual destas áreas você precisa dar mais atenção: auto-conceito (opinião de si); amor próprio (sentimentos que tem para consigo); auto-valorização (valor que dá a si); auto-confiança (o quanto confia e está segura de si).

Quando eu me observo e me analiso, em relação aos meus comportamentos e atitudes, sinto-me feliz e seguro?

Quando eu erro, sinto-me tranquilo, aceitando que errar é perfeitamente humano?


Eu me sinto confortável ao receber e fazer críticas, mesmo as elogiosas?


Recebo críticas profissionais, sem levá-las para o lado pessoal?


Quando eu estou apaixonado por alguém muito bonito(a), sinto-me à altura dessa pessoa, com plena capacidade de falar e agir espontaneamente?


Se há um problema muito difícil, costumo resolvê-lo com confiança e calma?


Perante desafios e projetos novos sinto-me amplamente preparado?


Eu lido de forma satisfatória com os sentimentos de tristeza, ansiedade e insegurança, quando estes aparecem, sabendo como superá-los?


Fico interessado nos aspectos divertidos da minha vida interna e das outras pessoas?


Gosto de desafios e situações difíceis, ousando e criando projetos novos nestes momentos agudos?



“Não existe nada de completamente errado no mundo, mesmo um relógio parado, consegue estar certo duas vezes por dia”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário