Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, 4 de agosto de 2011


Juntar O Que Sentir
Renato Teixeira

Não me diga o que eu não quero ouvir
Não me fale o que eu não sei dizer
Não me cante o que eu não sei sentir
Não me ensine, não quero saber
Não me jure o que eu não sei rezar

Não me peça o que eu não quero ter
Só me mostre o que eu não quero ver
Não afirme, eu não sei negar
Não lastime que eu não sei sorrir
Não viaje que eu não sei ficar

Ouvir, dizer, sentir, saber
Rezar, negar, sorrir, ficar, partir...

Não mastigue o que eu vou comer
Não me ame que eu não sei sofrer
Não espalhe o que eu não juntei
Não me negue o que eu não pedi
Não me pague o que já sofri
Não me entregue o que eu já levei
Não me espere, pois eu não parti
Não me explique o que eu não falei
Não me traga, pois já me exauri
Acredite no que eu não senti

Comi, sofri, voltei, parti
Falei, senti, amei e me exauri...
Há um dia para o amor, enfim
Há um tempo para ficar assim
Sem respostas para perguntar
Qual o rumo pra qualquer lugar
Onde o tempo não possa chegar

Enfim, olhar assim, lugar
Ouvir, saber, juntar o que senti...

Não me peça o que eu não quero ter
Só me mostre o que eu não quero ver
Não espalhe o que eu não juntei
Não me negue o que eu não pedi
Não lastime que eu não sei sorrir
Não me entregue o que eu já levei
Não me espere, pois eu não parti
Não me explique o que eu não falei
Não me traga, pois já me exauri
Acredite no que eu não senti...

Comi, sofri, voltei, parti
Falei, senti, amei e me exauri...

Nenhum comentário:

Postar um comentário