Ocorreu um erro neste gadget

quarta-feira, 24 de agosto de 2011


10 diferenças entre homens e mulheres no sexo.




Conheça as opiniões de um homem comum, que tenta entender as diferenças entre os sexos. Você concorda com o que ele pensa?



1. Homens e mulheres são diferentes

Sim, nós também sabemos disso. Mas, se você não sacou essa questão por volta dos 4 anos, certamente aprendeu nas aulas de biologia. Não adianta querer usar as mesmas regras, esperar as mesmas coisas de nós, homens. Não é apenas uma questão de fazer sentado ou em pé. Solução: converse com o seu parceiro. Ele certamente vai resistir - culpa de vocês, que adoram uma DR. Mas insista - só não vale vir com um papo de corrigi-lo, afinal, você não quer que ele a associe com a mãe dele... Ou quer? Faz assim, chega como quem não quer nada e diz: ''Querido, deixa eu falar de uma matéria que eu li...''



2. Homens e mulheres amadurecem em velocidades diferentes

E acredite: isso faz toda a diferença na hora do sexo. Para começo de conversa, as mulheres já saem na frente. Quando homens começam a se interessar pelo sexo oposto, vocês já estão às voltas com sutiãs e menstruação faz tempo. Descobrem antes o que querem. Descobrem antes que ainda não somos o que querem. A gente já começa em desvantagem, claro que isso pira a cabeça de todo homem. Solução: tenha paciência com eles.



3. Homens são visuais, mulheres são auditivas

Seja uma mulher bonita passando, uma revista erótica ou a internet inteira... homens se ligam numa imagem. Já as mulheres reagem muito mais a estímulos auditivos - não é à toa que enlouquecem com ídolos musicais. Desde os Beatles já era assim. Solução: use um baby-doll sexy para animá-lo... E em troca peça que ele sussurre em seu ouvido. Ele pode até estranhar, mas com o baby-doll em jogo... Vai rolar!



4. Mulheres dizem que tamanho não é documento

Mentira. Os homens sabem que quando estão só entre vocês todas comentam. E ficam horrorizadas quando é pequeno demais. É lógico que os homens dão a maior importância para isso. Solução: sejam sensíveis. Compartilhem dicas, estimulem, deixem claro que o uso é o que importa. E ajudem a usar.



5. Ahhh, as preliminares...

Entenda uma coisa: homens crescem com o órgão sexual pendurado, cuja anatomia muda completamente quando estão excitados. Faz sentido que, na hora H, eles fiquem loucos para usar o brinquedo de uma vez. Para a mulher é diferente: o corpo inteiro é seu órgão sexual. Solução: conduza. É que é tanta coisa para aprender... Se o homem não consegue entender sozinho, faça com ele. Melhor, segure a onda dele. Afinal, a expectativa do sexo pode chegar a ser melhor que o sexo em si. Não é que o homem não gosta de preliminares. Ele só não entende direito como é que funciona. E disso mulheres entendem bem mais... Dividam essa!



6. Homens, em geral, acham que quanto mais tempo demorarem, melhor.

No fundo, eles só estão mesmo tentando agradar... O problema é que, de novo, para o homem sexo é sinônimo de penetração. O que, na maior parte das vezes, acaba apenas com a mulher dolorida, porque tem uma hora que a lubrificação acaba. Solução: vide a anterior. Se fizer tudo direitinho, com certeza o cara não vai demorar tanto.



7. Homens prezam a quantidade, enquanto as mulheres valorizam mais a qualidade.

Como diz Woody Allen, sexo, até quando é ruim, é bom. Para o homem, é sinal de orgulho dizer que deu três, quatro, cinco numa noite. Para a mulher, vale muito mais uma bem-feita. Para nós, se a mulher topar chamar uma amiga para participar, tanto melhor: se dois é bom, três é demais de bom, sô. Mulheres, como diria, são mais... seletivas. Tem que se esforçar, tem que caprichar. Solução: leve-o a um curso de sexo tântrico.



8. O orgasmo feminino, esse drama na vida dos homens.

Quem mandou vocês, mulheres, acharem mais cômodo fingir? Assim fica difícil aprender. O fato é que o orgasmo masculino e o feminino só têm em comum o nome. É que, para o homem, é uma simples questão de estimulação física (olha nosso amigo lá outra vez). Já para as mulheres envolve tanta coisa... Tem que estar relaxada, tem que estar confiante, tem que estar devidamente estimulada... E, para complicar ainda mais, algumas dizem que gozar nem sempre é essencial. Ok, dá para entender por que vocês fingem. Solução: simples. NÃO FINJAM. Vai incomodar no começo, mas é caindo que se aprende a andar...



9. E o ponto G, que até hoje tem gente que duvida que existe?

Pode ser que seja um tecido entre a vagina e a uretra. PODE ser uma coisa da cabeça. Para chegar lá é complicado: pega a terceira à direita, segue em frente por uns dez minutos, vira no posto - antes de passar o posto, não depois -, conta três postes e aí para e pergunta a alguém. É assim difícil. Sem querer ser chato, mas o do homem fica bem ali, na cabeça do pênis. Afinal, qual é a da mãe natureza? Solução: esse não tem solução... Se mesmo seguindo as anteriores você não chegou lá, de duas uma: ou aprende o caminho sozinha, e depois explica, ou troca de parceiro e torce para ele ir melhor.



10. A maioria dos homens querem transar a três

Sim, é verdade. Quem topa apelar para soluções mais ousadas para os desentendimentos do sexo pode fazer o seguinte: convidar uma amiga para participar, quem sabe vendo as duas fazendo o cara não acaba aprendendo?! Se vai dar certo ou não, não sei... Mas ele com certeza vai adorar!

Fonte: M de mulher

Nenhum comentário:

Postar um comentário