Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, 19 de maio de 2011


Ao contrário do que se supunha, durante o sono, o cérebro mantém-se em intensa atividade. Ele obedece a um ritmo próprio, abrange etapas bem definidas e é produto de um equilíbrio especial entre substâncias químicas e impulsos elétricos.
Quando todos esses sistemas trabalham em harmonia conserva-se a boa saúde. Quando, no entanto, eles entram em descompasso, por menor que seja o desajuste, o corpo padece.
Sabe-se, hoje, que uma boa noite de sono ajuda a manter a silhueta alinhada, fortalece a defesas do organismo, protege o coração, facilita o aprendizado e a criatividade, aguça o raciocí­nio e até remoça. Em contrapartida, uma sucessão de noites em claro aumente a incidência de diabetes tipo 2, depressão, problemas de memória, distúrbios cardiovasculares e até câncer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário